Banner Topo 728 × 90

ANUNCIE NO PORTAL APORÁ NEWS
random

Orgulho para os Aporaenses; O Jogador Magno Alves é o quarto maior artilheiro do mundo em atividades atual

(Magno Alves)
Aporá uma pequena cidade localizada no interior da Bahia com somente 20 mil habitantes. Nascido em Aporá o quarto maior artilheiro em atividade no futebol do mundo, o atacante Magno Alves tem sido destaque desde o inicio da carreira. O Magnata tem 446 gols na carreira e só fica atrás de Cristiano Ronaldo, Messi e Ibrahimovic no topo do futebol mundial. Hoje ele tem 41 anos e 24 como jogador de futebol profissional. São muitas camisas e histórias que ele coleciona até aqui. Firme e forte no Ceará, o jogador garante que segue nos gramados jogando com muito amor. Confira o vídeo abaixo  
Magno Alves de Araújo, mais conhecido como Magno Alves (Aporá, 13 de janeiro de 1976), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Ceará.É o terceiro maior artilheiro em atividade no futebol mundial, perdendo apenas para Cristiano Ronaldo e Messi respectivamente, e também é o décimo maior artilheiro de todos os tempos.

Índice

  
  • 1Clubes
    • 1.1Fluminense
    • 1.2Futebol asiático
    • 1.3Ceará
    • 1.4Atlético Mineiro
    • 1.5Retorno a Ásia
    • 1.6Sport
    • 1.7Retorno ao Ceará
    • 1.8Retorno ao Fluminense
    • 1.9Novo retorno ao Ceará
  • 2Títulos
  • 3Prêmios individuais
  • 4Artilharias
  • 5Referências
  • 6Ligações externas

Clubes

Fluminense

Magno Alves foi projetado nacionalmente em 1998, quando foi contratado pelo Fluminense junto ao Criciúma, para a disputa do Torneio Rio-São Paulo e foi uma das gratas surpresas na turbulenta fase em que o clube se encontrava. Junto com Roni, formou um dos ataques mais rápidos do futebol brasileiro. Sua velocidade e explosão eram admiráveis.
Na Copa João Havelange, quando marcou 20 gols, realizou partidas sensacionais. Na inapelável vitória por 6 a 1 sobre o Santa Cruz, Magno fez cinco gols.
Em 2001, foi novamente o artilheiro do time no Brasileirão, com 11 gols, sendo decisivo nas partidas finais. Ainda em 2001, chegaria à Seleção Brasileira de Futebol, disputando a Copa das Confederações.
Pelo tricolor carioca, ganhou o Brasileirão da Série C em 1999 e o Estadual de 2002, tornando-se o décimo maior artilheiro da história do Flu, com 114 gols.

Futebol asiático

Em 2003, se transferiu para o Jeonbuk FC, da Coreia do Sul. No ano seguinte, foi para o Gamba Osaka, do Japão, e, no final de 2007, assinou um contrato com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

Ceará

Em 21 de julho de 2010, foi anunciado como reforço do Ceará. Com 21 jogos pelo Vovô, marcou 9 gols importantes e virou um ídolo da torcida alvinegra.

Atlético Mineiro

No dia 17 de dezembro de 2010, acertou com o Atlético Mineiro. Após uma temporada fraca, no dia 7 de dezembro de 2011, o Galo rescindiu seu contrato.

Retorno a Ásia

No dia 4 de janeiro de 2012, Magno Alves foi anunciado como reforço do Umm-Salal, do Qatar.

Sport

No mês de junho, ficou em conversas para seu retorno ao Ceará. Com a demora, no dia 29 de junho, acabou sendo anunciado como reforço do Sport.[2]

Retorno ao Ceará

No dia 13 de setembro, Magno Alves acertou a sua volta ao Ceará, por onde é querido pelos torcedores e pelo próprio clube.[3]
Vinha sendo muito questionado pelo fato de, em 21 partidas, ter feito apenas um gol. No dia 3 de fevereiro de 2013, diante do Itabaiana, Magno Alves marcou dois gols, em partida que o Ceará venceu por 3–0. No dia 2 de fevereiro de 2014, contra o Treze, Magno Alves completou 100 jogos pela camisa do Ceará, com 48 gols marcados.[4][5]
No dia 31 de maio de 2014 no empate contra o Sampaio Corrêa, Magno Alves fez o gol de número 400 da sua carreira.[6]

Retorno ao Fluminensee

Em maio de 2015, Magno Alves acertou seu retorno ao Fluminense até o fim de 2016.[7] No clube, Magno tinha atuado de 1998 a 2002, quando marcou 114 gols em 265 jogos.[8] Magno escolheu a camisa 20, uma homenagem ao Casal 20, que era formado pelos falecidos Assis e Washington.[9]
Marcou seu primeiro gol em seu retorno, no jogo contra o Paysandu, pela Copa do Brasil. Com esse gol, o primeiro após retornar ao clube, se tornou o jogador mais velho a marcar pelo Fluminense.[10] Em 02 de março de 2016, tornou-se o jogador mais velho a atuar pelo Fluzão,[11] e em 10 de abril, em jogo contra o Volta Redonda, pelo Carioca, retornou ao top 10 de maiores artilheiros do tricolor, e completou 300 jogos com a camisa do mesmo.[12][13]

Novo retorno ao Ceará

No dia 22 de dezembro de 2016, o Ceará anunciou o retorno do atacante ao clube.
Seu primeiro gol na volta ao Ceará foi no dia 4 de fevereiro de 2017, contra o Ferroviário, em jogo válido pelo Campeonato Cearense. No dia 19 de março, contra o Uniclinic, Magnata marcou dois gols na vitória do vozão por 1-3, e chegou ao gol de número 98 pelo Ceará.
No outro jogo contra o Uniclinic, pelo Campeonato Cearense, Magnata marcou 2 gols na vitória do Ceará por 4-1 e chegou ao gol de número 100º pelo vozão.

Títulos

Fluminense
  • Campeonato Brasileiro - Série C: 1999
  • Campeonato Carioca: 2002
  • Primeira Liga: 2016
Jeonbuk
  • Copa da Coreia do Sul: 2003
Gamba Osaka
  • Supercopa do Japão: 2007
Ceará
  • Campeonato Cearense: 2013, 2014, 2017
  • Copa dos Campeões Cearenses: 2014
  • Copa do Nordeste: 2015

Prêmios individuais

  • Bola de Prata da Revista Placar: 2000
  • Melhor atacante do Troféu Globo Minas: 2011
  • Seleção do Campeonato Cearense: 2013, 2015, 2017
  • Melhor jogador do ano eleito pela imprensa cearense: 2013 [14]
  • Troféu Craque da galera do Campeonato Cearense: 2013
  • Troféu Craque do Campeonato do Campeonato Cearense: 2013
  • Artilheiro da Arena Castelão: 2013[
  • Seleção da Copa do Nordeste: 2014
  • Prêmio Sima: 2014
  • Prêmio Arthur Friedenreich: 2014

Artilharias

  • quarto artilheiro do mundo em atividade.
  • Décimo maior artilheiro da história do futebol
  • 7º maior artilheiro do Ceará Sporting Club (101 gols)[15]
  • 10º maior artilheiro do Fluminense Football Club (124 gols)[13]
  • Campeonato Brasileiro - Série A: 2000 (20 gols)
  • Campeonato Japonês: 2006 (26 gols)
  • Liga dos Campeões da AFC: 2006 (9 gols)
  • Liga do Qatar: 2008-2009 (25 gols)
  • Copa dos Campeões Cearenses: 2014 (1 gol)
  • Copa do Nordeste: 2014 (8 gols)
  • Campeonato Brasileiro - Série B: 2014 (18 gols)
  • Artilheiro do Brasil: 2014 (37 gols)

Magno Alves diz que atua aos 41 anos por puro amor (Foto: Reprodução SporTV)Magno Alves diz que atua aos 41 anos De Santa Catarina, Magno foi para o Rio de Janeiro, fazer história com a camisa do Fluminense. Chegou em 1998 e ficou até 2002, quando pegou uma fase conturbada nas Laranjeiras. - Cheguei com o time na segunda divisão e com muita desorganização. Caímos para a terceira divisão e começamos a nos reerguer. Depois veio aqui de sairmos da terceira direto para primeira. Vai saber explicar isso? - declarou. 
Ali, ele já era o Magnata. Tinha marcado 20 gols na Copa João Havelange e disputado a Copa das Confederações com a Seleção Brasileira, no Japão e na Coreia do Sul. - Quando eu estava lá, pensei "Rapaz, que lugar longe. 24 horas para chegar nesse lugar dentro de um avião. Eu levei 24 horas de Aporá para São Paulo dentro de um ônibus. Agora dentro de um avião?”. Eu disse "eu não quero ir para um lugar desses nunca" - riu. 
Magno Alves em sua segunda casa: o Vozão (Foto: Reprodução SporTV)
O Ceará também é um capítulo importante na vida do Magno Alves. Foram três passagens marcantes com a camisa do Vozão, clube que ele defende hoje, aos 41 anos. Mas só tem uma história que tira o sorriso de Magno. Ao lembrar um acidente de carro em 1998, quando ainda estava no seu primeiro ano no Fluminense. Ali, um dos seus melhores amigos veio a falecer e ele tentou o suicídio por conta da culpa e do alcoolismo. 
- A gente ia para roça junto, fazia tudo junto. Fomos para uma festa, na madrugada, de quatro para cinco horas, o carro capotou. Estávamos eu e mais três amigos e só ele faleceu. Depois disso, a noite é onde me perturbava mais: aquelas vozes falando "você foi o culpado". Foram umas duas vezes que eu tentei me matar, me suicidar, sabe? Porque a bebida, às vezes, tira você do sério. Quem nunca fez besteira e depois se arrepende - revelou. 
Depois de tentar se matar, Magno se converteu e virou evangélico. Algo que, segundo ele, salvou sua vida. - Muitos jogadores adversários chegam pra mim e dizem:  "Rapaz, parabéns pela tua trajetória, porque você é um exemplo." E isso deixa mais do que orgulho pra minha vida, sabe? - finalizou. Ele é o oitavo maior artilheiro da história do Fluminense ao lado de Washington e sexto maior goleador nos 104 anos do Ceará. Mas não faça ele decidir entre os dois... - Os dois são a minha maior história. Não tem como tirar um e colocar pro outro, porque são os dois clubes que passei mais tempo no futebol, então eu vejo meio a meio - disse.
Informações: Uol

Da Redação: Portal Aporá News - Seu Portal de Notícias & Entretenimento



Orgulho para os Aporaenses; O Jogador Magno Alves é o quarto maior artilheiro do mundo em atividades atual Reviewed by Portal Aporá News on 8/31/2017 03:51:00 PM Rating: 5
Todos os Direitos Reservados por Portal Aporá News © 2016 - 2018
Distribuído por Blogger, Projetado por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
!-- advertising viclx-lC2XYwXt4fZ6915wq41gQYkQRfsvTDFy0BrbJQtBs-IUNiylnCEJ6eB1jwJmSHAUzDHwtBaGK7z6n_xg==-->